Início » Nasofibrolaringoscopia: qual a função do exame e quando é indicado?

Dr. Arthur Vicentini
Cv Lattes   GoogleMyCitations
CRM: 15.4086

Nasofibrolaringoscopia: qual a função do exame e quando é indicado?

A nasofibrolaringoscopia é um exame equivalente à endoscopia, que possibilita investigar as estruturas das vias aéreas e digestivas superiores. Para sua realização, é utilizado um equipamento com uma câmera em sua extremidade para transmitir as imagens para um monitor, permitindo que o médico faça o diagnóstico de diferentes doenças.

A imagem mostra uma paciente durante o exame de Nasofibrolaringoscopia.

Não é rara a ocorrência de doenças e problemas nas vias aéreas e digestivas superiores, ou seja, no nariz, na faringe e na laringe. São necessárias técnicas específicas para fazer o diagnóstico dessas condições, sendo o exame nasofibrolaringoscopia um dos grandes aliados do Cirurgião de Cabeça e Pescoço.

Utilizando um endoscópio específico, esse especialista consegue visualizar com detalhes as estruturas e identificar quando há algum problema. Dessa forma, obtém um diagnóstico preciso e pode orientar da melhor forma o tratamento para o paciente.

Neste artigo falamos com mais detalhes sobre as funções da nasofibrolaringoscopia e em quais casos essa técnica é indicada. Continue lendo para conferir:

Como é realizada a cirurgia do câncer de boca? Clique aqui e saiba mais!

Sintomas como rouquidão, tosse e dificuldade para engolir são comuns para diferentes problemas que afetam as vias aéreas e digestivas superiores. Por isso, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço pode solicitar exames complementares, tais como a nasofibrolaringoscopia para obter um diagnóstico mais preciso.

Essa técnica é utilizada para investigar as estruturas internas do nariz, a faringe por completo (nasofaringe, orofaringe e hipofaringe), assim como a laringe, onde estão localizadas as cordas vocais.

O objetivo é identificar o que está causando sintomas no paciente. Dessa forma, obtemos um diagnóstico preciso, que possibilita definir o melhor tratamento. Afinal, com a nasofibrolaringoscopia é possível identificar diferentes condições, como:

  • rinite;
  • sinusite;
  • laringite;
  • faringite;
  • hipertrofias;
  • refluxo gastroesofágico;
  • alterações anatômicas.

É possível, ainda, identificar a presença de pólipos e tumores. Inclusive, durante a realização do exame, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço pode fazer a coleta de pequenas porções de tecido para realização da biópsia quando existe suspeita de nódulos malignos, por exemplo.

Quem precisa fazer a nasofibrolaringoscopia?

Sintomas como rouquidão, tosse e dificuldade para engolir são comuns para diferentes problemas que afetam as vias aéreas e digestivas superiores. Por isso, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço pode solicitar exames complementares, tais como a nasofibrolaringoscopia para obter um diagnóstico mais preciso.

Essa técnica é utilizada para investigar as estruturas internas do nariz, a faringe por completo (nasofaringe, orofaringe e hipofaringe), assim como a laringe, onde estão localizadas as cordas vocais.

O objetivo é identificar o que está causando sintomas no paciente. Dessa forma, obtemos um diagnóstico preciso, que possibilita definir o melhor tratamento. Afinal, com a nasofibrolaringoscopia é possível identificar diferentes condições, como:

  • rinite;
  • sinusite;
  • laringite;
  • faringite;
  • hipertrofias;
  • refluxo gastroesofágico;
  • alterações anatômicas.

É possível, ainda, identificar a presença de pólipos e tumores. Inclusive, durante a realização do exame, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço pode fazer a coleta de pequenas porções de tecido para realização da biópsia quando existe suspeita de nódulos malignos, por exemplo.

A nasofibrolaringoscopia é segura?

A nasofibrolaringoscopia é um procedimento seguro e rápido que pode ser realizado em pessoas de todas as idades. No entanto, pode causar algum desconforto em pacientes mais sensíveis, por isso, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço adota algumas medidas para garantir que o exame será mais confortável.

Não é necessária a aplicação de anestesia, mas para pacientes ansiosos, inseguros ou não colaborativos poderá ser administrado um medicamento calmante como preparativo, a fim de minimizar o estresse durante o procedimento.

Além disso, são utilizadas substâncias lubrificantes com anestésicos locais que ajudam a minimizar possíveis reações orgânicas, que poderiam trazer desconforto e provocar ansiedade no paciente.

Por ser um exame do tipo endoscópico, tem um baixo grau de invasividade. O nasofibroscópio é introduzido pela narina para fazer a investigação das vias respiratórias e digestivas. Não é necessária uma grande preparação e o paciente não precisa de internação, sendo liberado logo após a finalização do procedimento.

A nasofibrolaringoscopia é um procedimento importante que possibilita ao Cirurgião de Cabeça e Pescoço visualizar onde está o problema, além de realizar testes complementares, como a manobra de Müller, e testes de deglutição.

O mais importante é que a nasofibrolaringoscopia seja realizada por um profissional experiente, a fim de garantir que o exame seja executado com ainda mais conforto e segurança para o paciente. Para garantir que você tenha ainda mais tranquilidade, caso precise realizar o procedimento, converse com o Cirurgião de Cabeça e Pescoço para esclarecer todas as suas dúvidas.

Conheça melhor as causas e sintomas de nódulos cervicais! Clique aqui!

O que achou do conteúdo? Deixe seu comentário e não esqueça de compartilhar!

Até a próxima!

dr arthur vicentini assinatura

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dezenove =

POSTS RELACIONADOS

× Agende sua Consulta