Início » Glândulas salivares: porque incham?

Foto do Dr. Arthur Vicentini.Dr. Arthur Vicentini
Cv Lattes
GoogleMyCitations
CRM: 15.4086

Glândulas salivares: porque incham?

As glândulas salivares, como o próprio nome diz, produzem saliva. O corpo humano possui três pares de glândulas salivares maiores, são elas: glândula parótida, logo à frente da orelha; glândula submandibular embaixo do osso da mandíbula; e a glândula sublingual, embaixo da língua.

Além das glândulas salivares maiores, existem as glândulas salivares menores que ficam espalhadas pelo céu da boca (palato), pela área interna da bochecha, pelo solado da boca onde a língua repousa, e também pela faringe.

Sintomas de aumento das glândulas salivares

O aumento do tamanho das glândulas salivares maiores gera:

  • Inchaço;
  • Dor;
  • Saliva mais espessa;
  • Secreção com odor forte e aspecto de pus.

Muitas vezes, o que acontece é uma obstrução no canal da glândula salivar. A glândula produz a saliva que, através de um canal bem fino, chega à boca e se mistura com a comida para conseguirmos fazer o processo de mastigação e digestão.

Essa obstrução causa um acúmulo da saliva atrás do ponto obstrutivo gerando proliferação bacteriana, sinais inflamatórios e inchaço.

Causas de aumento das glândulas salivares

Esses sintomas podem ocorrer por vários motivos, alguns até sem causa aparente. Confira os mais comuns:

Alteração na higiene da cavidade oral

Na maioria das vezes, é por alterações da higiene da cavidade oral, ou seja, pequenos pedaços de comidas que acabam ficando na boca e obstruem o canal, gerando inchaço da mucosa ou na pele de revestimento interno da cavidade oral.

Isso pode deixar o canal mais estreito ou até contribuir para a formação de cálculos, o que nós chamamos de sialolitíase. Nessas situações, ocorre um estreitamento do canal ou uma dificuldade de drenar a saliva e a glândula salivar pode inchar.

Aparecimento de infecções

Outra coisa que também pode acontecer é o aparecimento de infecções, por exemplo, a caxumba. Todo mundo já viu algum caso de pessoas que tiveram caxumba e ficavam com a região da parótida inchada, inflamada e dolorida, ou até com outros sintomas relacionados à febre, dificuldade para se alimentar e dores no corpo.

Com o advento da vacinação para caxumba isso reduziu bastante, mas algumas pessoas ainda podem apresentar esse tipo de doença ou alguma alteração nesse aspecto.

Inflamações autoimunes

Outra coisa que pode acontecer que tem certa prevalência em determinadas populações são as inflamações autoimunes da glândula. O nosso sistema imunológico produz anticorpos que atacam alguma parte do corpo.

Podem atacar o intestino, como acontece na doença de Crohn; a tireoide, como em alguns casos de tireoidite de Hashimoto, ou outras tireoidites que nós conhecemos também.

Mas algumas podem atacar as glândulas salivares gerando inchaço, dor, vermelhidão e diminuição da quantidade de produção de saliva.

A pessoa acaba sentindo incômodo e muitas vezes procura o Cirurgião de Cabeça e Pescoço para fazer uma investigação complementar que, às vezes, é feita em conjunto com outros especialistas.

dr arthur vicentini assinatura

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − seis =

POSTS RELACIONADOS

× Agende sua Consulta