Dr. Arthur Vicentini

Qual a função e importância da Glândula Submandibular?

Atualizado em: 02/10/2023
Tempo de leitura: 4 minutos
A glândula submandibular, situada abaixo da mandíbula, desempenha papel fundamental na produção de saliva para digestão e lubrificação da boca. Em determinadas condições, como tumores, pode ser removida de forma cirúrgica. Compreenda melhor essa glândula e suas funções. Clique aqui e tire suas dúvidas!
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se
Qual A Funcao E Importancia Da Glandula Submandibular Dr Arthur Vicentini Bg
Qual A Função E Importância Da Glândula Submandibular?

A glândula submandibular é uma das principais glândulas salivares do corpo humano, pois exerce um papel muito importante na digestão, lubrificação e proteção da cavidade oral.

Localizada logo abaixo da mandíbula (osso em forma de "U" localizado na parte inferior do rosto), essa glândula é responsável por produzir e liberar saliva, um fluido essencial que contém enzimas digestivas, anticorpos e mucina.

A saliva produzida pela glândula submandibular começa a “quebrar” os alimentos ainda na boca, auxiliando na digestão inicial dos carboidratos e facilitando a deglutição. Além da sua função na digestão, a glândula submandibular também contribui para a lubrificação da boca e da garganta, o que é vital para uma fala clara e confortável. 

Além disso, a saliva contém anticorpos e enzimas que ajudam a neutralizar bactérias e proteger contra infecções, contribuindo para a saúde geral. 

Neste artigo, exploraremos mais a fundo a glândula submandibular, incluindo o seu funcionamento, doenças associadas, necessidade de cirurgia e manutenção da saúde. Leia até o final e conheça mais sobre esse órgão!

Como a glândula submandibular funciona?

A glândula submandibular funciona como parte do sistema de glândulas salivares do corpo. Sua operação envolve um processo complexo e coordenado que começa quando você mastiga alimentos ou até mesmo quando pensa sobre ou sente o cheiro de comida.

Quando você come, os sinais são enviados ao cérebro para estimular a produção de saliva. A glândula submandibular, localizada abaixo da mandíbula, uma de cada lado do queixo, é ativada para começar a produzir saliva. 

À medida que a saliva é produzida, ela é armazenada nos ductos salivares, que são pequenos canais que conectam as glândulas salivares à cavidade oral. Quando você começa a mastigar ou pensar em comida, os nervos estimulam os ductos a liberar a saliva na boca

Em resumo, a glândula submandibular funciona produzindo e liberando saliva conforme necessário para ajudar na digestão, lubrificação da boca e proteção contra infecções, desempenhando um papel crucial no funcionamento adequado do sistema digestivo e na manutenção da saúde.

Que doenças podem acometer a glândula submandibular?

A glândula submandibular pode ser afetada por várias doenças e condições, algumas das quais incluem:

  • Sialoadenite: consiste na inflamação da glândula, muitas vezes causada por uma infecção; pode causar inchaço, dor e sensibilidade na glândula submandibular
  • Cálculos salivares: pequenas pedras podem se formar nos ductos salivares, bloqueando o fluxo de saliva e causando dor, inchaço e inflamação na glândula
  • Tumores benignos (adenomas pleomórficos, por exemplo) ou câncer: podem se desenvolver na glândula submandibular e causar inchaço, dor e alterações na salivação
  • Infecções: virais, como a caxumba (entre outras), podem afetar as glândulas salivares, incluindo a glândula submandibular, causando inchaço e desconforto
  • Síndrome de Sjögren: uma condição autoimune que pode afetar as glândulas salivares, levando à redução da produção de saliva e boca seca
  • Cistos: Cistos podem se formar na glândula submandibular, causando inchaço e desconforto

É importante notar que, se você suspeitar de qualquer problema ou sentir dor, inchaço ou alterações na área da glândula submandibular, é fundamental procurar um profissional para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. 

É possível viver sem ter glândula submandibular?

Sim, é possível viver sem ter a glândula submandibular, uma vez que existem outras múltiplas glândulas que suprem a ausência de uma glândula removida. 

As glândulas salivares, incluindo a submandibular, desempenham papéis importantes na digestão e na saúde bucal, mas o corpo pode se adaptar à ausência de uma única glândula.

A cirurgia de remoção da glândula submandibular, conhecida como sialadenectomia submandibular, é indicada em algumas situações específicas, como:

  • Tumores: quando um tumor benigno ou maligno se desenvolve na glândula submandibular, pode ser necessário removê-la para tratar a condição
  • Infecções graves: Em casos de infecções recorrentes ou graves, a remoção da glândula submandibular pode ser considerada para controlar a doença
  • Obstrução dos ductos: se houver cálculos salivares persistentes ou obstrução dos ductos salivares da glândula submandibular, a cirurgia pode ser necessária
  • Outras condições: em casos raros, como cistos grandes ou distúrbios autoimunes, podem levar à indicação de remoção da glândula submandibular

A decisão de realizar a cirurgia de remoção da glândula submandibular é baseada nas circunstâncias individuais de cada paciente e nas considerações médicas específicas. Por isso, é importante procurar um Cirurgião de Cabeça e Pescoço bem preparado e com experiência.

Como manter a saúde da glândula submandibular?

É possível adotar medidas gerais que promovam a saúde de todas as glândulas salivares e da sua boca como um todo. Aqui estão algumas dicas para manter a saúde das glândulas salivares, incluindo a submandibular:

  • Hidratação adequada: beba água regularmente para manter as glândulas salivares hidratadas e a produção de saliva adequada
  • Estimule a produção de saliva: alguns especialistas sugerem que o paciente mastigue chiclete sem açúcar ou chupe balas sem açúcar para estimular a produção de saliva
  • Evite tabagismo e excesso de álcool: esses hábitos podem afetar negativamente a saúde das glândulas salivares e aumentar o risco de doenças da boca
  • Alimentação balanceada: consuma uma dieta rica em frutas, vegetais e fibras, evitando excesso de açúcar e alimentos processados
  • Evite produtos irritantes: evite alimentos muito ácidos, picantes ou duros, que podem irritar as glândulas salivares e a boca

Se você tiver preocupações específicas em relação à saúde da glândula submandibular ou outras glândulas salivares, consulte um profissional, como um dentista ou Cirurgião de Cabeça e Pescoço, para orientações personalizadas e avaliações regulares.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sialolitíase e o aumento das glândulas salivares

Descubra sobre sialolitíase: causas, sintomas, diagnóstico e tratamentos para pedras nas glândulas salivares. Informe-se e previna-se!
Saiba Mais

Glândulas Paratireoides: Função e importância para a saúde

Glândulas paratireoides e a regulação do cálcio no corpo: saiba como funciona, sua importância e as doenças relacionadas. Saiba mais!
Saiba Mais

Glândulas paratireoides e sua importância para o organismo

Descubra como as glândulas paratireoides regulam o cálcio no corpo e sua importância para a saúde. Saiba mais sobre sintomas e tratamentos.
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
16:20 | 20/06/2024
magnifiercross