Dr. Arthur Vicentini

Cirurgia das Glândulas Salivares Submandibulares

Atualizado em 04/08/2021
Tempo de leitura: 2 min.

As doenças das glândulas salivares são umas das mais frequentes que acompanhamos em nosso consultório, que indicamos cirurgia e fazemos tratamentos.

Sintomas das doenças de glândulas salivares

Essas doenças são caracterizadas como distúrbios do ponto de vista funcional ou do ponto de vista anatômico. Portanto, em algumas situações podem surgir:

  • inflamações das glândulas;
  • alterações infecciosas;
  • produção excessiva de saliva;
  • produção reduzida de saliva;
  • nódulos.

A maioria das vezes o nódulo é benigno, principalmente quando lidamos com as glândulas parótidas e submandibulares, que são as glândulas salivares maiores.

Saiba que 70% ou 80% dos casos de nódulos nas glândulas salivares são benignos, mas mesmo realizando exames complementares como: punção, biópsia por agulha fina ou grossa, pode persistir algum grau de dúvida em relação à malignidade.

Cuidados nas cirurgias de glândulas salivares submandibulares

Devemos ter bastante cuidado ao realizar a cirurgia das glândulas maiores citadas acima (glândulas parótidas ou submandibulares) para não afetar os nervos da região.

No meio da glândula salivar parótida, localizada na frente da orelha, é onde temos o nervo facial responsável pela movimentação de todos os músculos da face, ou seja, das nossas expressões. Temos que tomar bastante cuidado para não paralisar essa região.

Além desse, existem mais três nervos, um deles é chamado de ramo marginal mandibular do nervo facial, ou seja, é um ramo do nervo citado acima, e que passa superficialmente pela glândula submandibular.

Os outros dois nervos são chamados de nervo hipoglosso e nervo lingual. Eles também têm seus ramos e tem certa sintopia em relação a glândula submandibular. Deve-se conhecer muito bem a anatomia dessa região para preservar os nervos da região, retirar a glândula e realizar uma cirurgia bem sucedida.

Se você conhece alguém que tem nódulos nas glândulas salivares, que tem algum distúrbio ou que já foi operado e tem dúvidas a respeito do pós-operatório, compartilhe esse vídeo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − um =

 | 16 / 09 / 21
Temos três pares de glândulas maiores e uma série de outras glândulas menores, sendo possível o aparecimento de nódulo em qualquer uma delas. Confira!
Ler Mais
 | 18 / 05 / 21
Saiba mais a respeito dos tumores que se desenvolvem nas glândulas salivares. Conheça os diferentes tipos e veja como eles são tratados.
Ler Mais
1 2 3 9
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Direitos Reservados 2021 Dr. Arthur Vicentini – CRM 154086 | Desenvolvido por Surya MKT