Câncer de laringe: conheça os fatores de risco da doença

Os tumores malignos da região de Cabeça e Pescoço costumam acometer pacientes com fatores de risco evitáveis. A incidência desses tumores é muito maior em pacientes que fumam, ingerem bebida alcoólica e possuem outros hábitos de risco, mas pode acometer indivíduos que levam uma vida saudável.

Os tumores de laringe, também conhecida como “caixa da voz”, um órgão localizado entre a faringe e a traqueia, são bastante frequentes em nosso meio. Ela abriga as cordas vocais e faz parte do sistema respiratório. Sua função é permitir a passagem do ar e impedir que os alimentos entrem nas vias aéreas.

De toda forma é possível fazer a prevenção do câncer de laringe, sendo que a principal maneira de fazer isso é evitar os fatores de risco dessa doença. Neste artigo falaremos quais são eles, então, continue lendo e veja como cuidar melhor da sua saúde.

O que é um fator de risco para doenças?

Antes de apontarmos quais são os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de laringe, é interessante que você saiba o que eles são. Fatores de risco são um conjunto de hábitos ou outras condições que aumentam a chance de uma pessoa contrair ou desenvolver uma doença.

Perceba que não estamos falando em causas, mas sim possibilidades. Por isso, estar exposto ou ter um fator de risco não significa que a pessoa desenvolverá o câncer, mas sim que as chances de ela desenvolvê-lo são maiores do que para um indivíduo que não está incluso nesses grupos.

Alguns fatores de risco podem ser evitados e controlados, como é o caso do tabagismo, o alcoolismo e, mais recentemente aceito entre eles, a obesidade. Outros, não podem ser eliminados porque se referem ao histórico familiar, idade e particularidades do próprio indivíduo.

Quais são os fatores de risco do câncer de laringe?

Conforme explicamos, os fatores de risco influenciam no desenvolvimento do câncer de laringe, mas não apontam se uma pessoa realmente terá ou não a doença. De toda forma, evitá-los é uma maneira de se prevenir e garantir a boa saúde desse órgão. Veja a seguir quais são as situações e condições que podem favorecer a formação desse tumor.

Tabagismo e alcoolismo

De forma isolada, os dois favorecem a formação do câncer de laringe aumentando as chances em relação aos indivíduos que não cultivam esses hábitos. Entretanto, quando o tabagismo e o alcoolismo são associados existe uma propensão ainda maior para o desenvolvimento dos tumores, em especial quando há um abuso dessas substâncias.

Infecção por HPV

Existem diversos subtipos de HPV (vírus do papiloma humano). Eles são conhecidos por afetarem os órgãos reprodutores, mas alguns dos seus tipos também são uma ameaça para a saúde da boca e da garganta de um modo geral. Apesar de serem mais comumente relacionados com tumores de orofaringe, a laringe também pode ser acometida por tumores relacionados a esses vírus.

Exposição a partículas e substâncias

A exposição constante e de longa duração a produtos químicos, como aqueles utilizados em indústrias de plástico, têxteis, petróleo, metalúrgicas e de amianto, aumenta significativamente as chances de câncer de trato aerodigestivo alto. O mesmo acontece com aqueles que inalam pó de madeira.

A melhor maneira de reduzir o risco de surgimento desses tumores é evitar os fatores acima citados, mantendo hábitos de vida saudáveis. E não se esqueça de realizar o acompanhamento médico caso você esteja em um grupo com chances de desenvolver a doença ou apresenta sintomas relacionados a ela.

dr arthur vicentini assinatura

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis + 11 =

POSTS RELACIONADOS

× Agende sua Consulta