Dr. Arthur Vicentini

Nódulos nas Glândulas Salivares

Atualizado em 08/10/2021
Tempo de leitura: 2 min.

Glândulas salivares

Quando falamos em glândulas salivares, a primeira coisa que pensamos é na função delas de produzir saliva.

As glândulas salivares ficam localizadas na região alta do pescoço, da boca e da face.

Temos três pares de glândulas maiores e uma série de outras glândulas menores, sendo as glândulas maiores conhecidas como:

  • glândulas parótidas: localizadas abaixo e em frente das orelhas;
  • glândulas submandibulares: ficam embaixo da mandíbula;
  • glândulas sublinguais: ficam por dentro da boca, abaixo da língua.

Além desses três pares de glândulas maiores, que são responsáveis por produzir a maior parte da nossa saliva, temos outras glândulas menores que ficam espalhadas pelo céu da boca, pela face interna da bochecha, no chão da boca, na faringe.

Essas glândulas também produzem saliva que ajuda no processo de mastigação, deglutição e digestão do alimento.

O principal mecanismo da saliva é basicamente para possamos nos alimentar, ela se mistura com a comida para que fique mais fácil mastigar e engolir, mas também já existem alguns processos enzimáticos, algumas moléculas que começam a ser degradadas já pelas enzimas da saliva.

Nódulo benigno ou maligno

Quando temos alterações anatômicas dessas glândulas, podemos ter algum tipo de célula que aparece nelas que podem começar a se multiplicar de forma indevida e acabar formando algum nódulo.

Na especialidade de Cabeça e Pescoço, os médicos costumam dizer que quanto maior for a glândula, menor a chance de o tumor ser maligno.

Se surge um nódulo na região cervical e esse nódulo começa a aumentar um pouco de tamanho, ele tem uma chance maior de ser benigno. 

Já se surgir um nódulo no céu da boca em uma glândula pequena e essa glândula começa a aumentar de tamanho, existe uma suspeita um pouco maior, estatisticamente, daquele nódulo ser maligno.

Em todo caso, existem vários outros critérios e sinais a serem avaliados para entendermos melhor o caso de cada paciente.

Sintomas

É necessário ficar atento aos seguintes sintomas:

  • dor;
  • crescimento rápido;
  • mudança do padrão de crescimento;
  • sangramento
  • paralisia de nervos.

Pois é possível que esteja lidando com um nódulo maligno e então, precisa ser tratado de uma forma um pouco mais próxima passando pela avaliação de um especialista, um Cirurgião de Cabeça e Pescoço, alguém bem preparado.

Nessa avaliação pedimos exames complementares, como, ressonância, ultrassom e até uma punção e, caso seja indicado, partimos para o tratamento cirúrgico que costuma ser o tratamento definitivo indicado para cada um desses casos.

Se você conhece alguém que tem nódulo nas glândulas salivares ou alguma disfunção e está precisando de ajuda, compartilhe o nosso conteúdo, e curte nosso canal para que a gente possa aprender cada vez mais sobre o mundo da Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Dr Arthur Vicentini | Dr. Arthur Vicentini CRM 154.086
Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz
CRM-SP 15.4086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.
+ Saiba mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + dezoito =

 | 27 / 05 / 21
As doenças das glândulas salivares são umas das mais frequentes. Saiba quais são os sintomas dessas doenças e os cuidados na cirurgia.
Ler Mais
 | 18 / 05 / 21
Saiba mais a respeito dos tumores que se desenvolvem nas glândulas salivares. Conheça os diferentes tipos e veja como eles são tratados.
Ler Mais
1 2 3 9
hello world!
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Direitos Reservados 2021 Dr. Arthur Vicentini – CRM 154086 | Desenvolvido por Surya MKT
magnifiercross