Dr. Arthur Vicentini

Nódulo hipoecóico na Tireoide é maligno?

Atualizado em: 01/09/2022
Tempo de leitura: 2 minutos
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Os nódulos de tireoide são bastante frequentes na população em geral, principalmente em mulheres acima dos 50 anos, mas também pode acontecer em homens, pacientes jovens e até crianças.

Hoje iremos falar a respeito de nódulos tireoidianos e as suas características relacionadas à malignidade. Acompanhe!

Os Nódulos tireoidianos são Malignos ou Benignos?

Os nódulos tireoidianos em sua maioria, são nódulos benignos, nódulos pequenos, que não trazem nenhuma repercussão para a vida do paciente, mas que precisam ser avaliados de forma adequada para que a gente possa entender qual a chance, qual o risco de malignidade, se precisa ser feita uma investigação complementar e até mesmo um procedimento cirúrgico.

Quais as características da Malignidade dos Nódulos?

Algumas das características que estão relacionadas com isso são a cor do nódulo no ultrassom. Então, por exemplo, quando nós lidamos com nódulo hipoecóico ou hipogênico, esses nódulos têm uma chance maior de estarem relacionados à malignidade, isso está diretamente relacionado com a quantidade de reflexo do ultrassom, da onda emitida pelo aparelho, que é captado de volta pelo próprio aparelho e isso forma uma imagem na nossa tela ou impressa em uma folha.

Outras características que estão bastante relacionadas com o risco de malignidade são microcalcificações, pontinhos brancos que têm dentro do nódulo, são bordas irregulares. Então, se o nódulo não é bem redondinho, se ele tem algum sinal de irregularidade, de infiltração, quando temos a extensão extratireoidiana, ou seja, quando o nódulo não está todo compreendido dentro do parênquima da própria glândula, quando temos linfonodos aumentados ao redor da tireoide ou em outras regiões do pescoço, basicamente são os principais sinais que estão relacionados com essa situação.

Então, se você conhece alguém que têm nódulos de tireoide, que fez um ultrassom de rotina, um ultrassom pedido por algum médico e identificou algum nódulo que possa sugerir um grau de malignidade, não deixe de compartilhar este conteúdo com essas pessoas e nos acompanhem para saberem sempre mais sobre o mundo da cirurgia de cabeça e pescoço.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quais as possíveis complicações de uma Cirurgia Paratireoide?

Descubra tudo sobre a cirurgia das glândulas paratireoides: do hiperparatiroidismo aos cuidados pós-operatórios. Saiba como garantir uma recuperação tranquila e melhoria na qualidade de vida.
Saiba Mais

Carreira de Cirurgião de Cabeça e Pescoço

Desvende as múltiplas facetas do médico moderno além do consultório. Da comunicação à gestão, explore as diversas responsabilidades e desafios dessa profissão. Compartilhe experiências e descubra como escolher o caminho certo na carreira médica.
Saiba Mais

O que causa a obstrução dos ductos salivares?

Compreenda as causas, consequências e tratamentos para obstruções nas glândulas salivares. Descubra como essas condições podem afetar sua saúde bucal e digestiva, e saiba mais sobre as opções de tratamento disponíveis para aliviar o desconforto associado.
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
16:02 | 11/04/2024
magnifiercross