Dr. Arthur Vicentini

Nasofibrolaringoscopia: quando é necessário realizar o exame?

Atualizado em: 21/09/2023
Tempo de leitura: 5 minutos
A nasofibrolaringoscopia é um exame que utiliza um tubo flexível com uma câmera para avaliar nariz, garganta e cordas vocais. Assim, é útil para diagnosticar problemas respiratórios, distúrbios da voz e lesões da região.
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

A nasofibrolaringoscopia é um procedimento médico no qual um fino tubo flexível com uma câmera na ponta e uma fibra óptica é inserido pelas narinas do paciente para examinar a cavidade nasal, faringe (garganta) e laringe (a “caixa da voz”). 

A cavidade nasal é a parte dentro do nariz, onde o ar entra quando respiramos. É como um corredor estreito e comprido, cheio de pequenas dobrinhas chamadas de "conchas" ou “cornetos”, que ajudam a limpar, aquecer e umedecer o ar antes que ele vá para os pulmões.

A faringe é como um tubo que conecta a boca e o nariz à laringe e ao esôfago (tubo digestivo). É uma área onde o ar e a comida passam, antes de seguirem seus caminhos específicos pelo corpo. Quando engolimos, a comida viaja pela faringe até o esôfago, estômago e intestino, enquanto o ar segue para a laringe e depois para os pulmões.

A laringe é um órgão de extrema importância, que serve para proteger nossos pulmões da entrada de comida, saliva e líquidos, além de ser responsável pela produção da voz. É como uma pequena caixa que contém as cordas vocais. Quando o ar passa por elas, as cordas vibrantes produzem som, permitindo que falemos.

A nasofibrolaringoscopia é realizada para avaliar essas estruturas e identificar condições como inflamações, lesões, pólipos, tumores, além de permitir a visualização e função das cordas vocais.

Neste artigo, exploraremos mais a fundo a nasofibrolaringoscopia, incluindo o seu funcionamento, riscos, indicações e usabilidade na prática clínica. Leia até o final e conheça mais sobre esse exame!

Nasofibrolaringoscopia Quando E Necessario Realizar O Exame Blog 1
Nasofibrolaringoscopia: Quando É Necessário Realizar O Exame?

Como funciona a nasofibrolaringoscopia?

A nasofibrolaringoscopia é um procedimento médico que envolve a utilização de um instrumento chamado nasofibroscópio. Esse tubo é inserido pelas narinas do paciente até alcançar a região da faringe e da laringe.

A realização da nasofibrolaringoscopia pode ser dividida em várias etapas:

  • Preparação: o paciente é posicionado geralmente sentado ou reclinado para facilitar o acesso às narinas; pode ser aplicado um anestésico local ou um spray descongestionante / lubrificante para minimizar o desconforto durante a inserção do fino tubo
  • Inserção do nasofibroscópio: o médico introduz o nasofibroscópio pelo interior de uma das narinas do paciente; o tubo flexível e fino (aproximadamente um terço do diâmetro de uma caneta comum) é guiado delicadamente ao longo das vias nasais, passando pela cavidade nasal até alcançar a nasofaringe 
  • Avaliação das estruturas: conforme o nasofibroscópio é inserido, a câmera de fibra óptica captura imagens em tempo real das estruturas internas, como as passagens nasais, a faringe e a laringe
  • Manobras e movimentos: durante o exame, o médico pode solicitar ao paciente que realize determinadas ações, como produzir sons com a voz, respirar profundamente ou engolir

Com as imagens em tempo real, o médico pode avaliar e discutir os achados com o paciente e, dependendo dos resultados, podem ser recomendados exames complementares como biópsias, por exemplo.

Há algum risco ao realizar a nasofibrolaringoscopia?

A nasofibrolaringoscopia é considerada um procedimento seguro e geralmente bem tolerado, inclusive por idosos e crianças. No entanto, como qualquer procedimento médico, há certos riscos e desconfortos associados. Aqui estão alguns pontos:

  • Desconforto e irritação durante a inserção do tubo flexível pelo nariz
  • Sangramentos leves nas vias nasais autolimitados
  • Risco de infecção, especialmente se houver alguma ferida no revestimento nasal
  • Náuseas e vômitos
  • Reações vagais em casos muito raros

É importante destacar que a nasofibrolaringoscopia é realizada por profissionais de saúde treinados e experientes, o que ajuda a minimizar os riscos e garantir a segurança do paciente.

Quando é indicado realizar a nasofibrolaringoscopia?

A nasofibrolaringoscopia é indicada em condições de saúde para avaliar e diagnosticar problemas relacionados às vias aéreas superiores, especialmente a cavidade nasal, faringe e laringe, como:

  • Distúrbios da voz: rouquidão persistente, mudanças na qualidade e intensidade da voz e outros problemas dessa estrutura
  • Problemas respiratórios: avaliação de obstrução nasal recorrente, dificuldade respiratória, congestão crônica, sinusite, entre outros
  • Dificuldades para engolir: como sensação de algo preso na garganta (disfagia) e problemas relacionados à faringe
  • Investigação de lesões, pólipos, cistos e tumores: avaliação dessas alterações nas vias aéreas superiores, permitindo a visualização direta
  • Sintomas de garganta e laringe: dor de garganta persistente, tosse crônica, sensação de aperto na garganta e outros sintomas que afetam a faringe e a laringe
  • Avaliação pré e pós-operatória: antes de cirurgias nas vias aéreas superiores e/ou região da tireoide / paratireoides, a nasofibrolaringoscopia pode ser usada para avaliar a condição das estruturas
  • Monitoramento de doenças crônicas: como refluxo gastroesofágico (DRGE), a nasofibrolaringoscopia pode ajudar a monitorar possíveis danos à laringe
  • Avaliação de trauma: após lesões na área da cabeça e pescoço, a nasofibrolaringoscopia pode ser usada para avaliar possíveis danos
  • Avaliação de apneia do sono: em casos de suspeita dessa condição, a nasofibrolaringoscopia pode ser usada para avaliar possíveis obstruções

É importante ressaltar que a decisão de realizar a nasofibrolaringoscopia é feita pelo médico, com base nos sintomas, histórico médico e necessidades específicas de cada paciente. 

Quais os cuidados necessários após a nasofibrolaringoscopia?

Após a realização da nasofibrolaringoscopia, é importante seguir alguns cuidados para garantir um processo de recuperação tranquilo e minimizar qualquer desconforto. Aqui estão algumas orientações a considerar:

  • Repouso: é normal sentir um desconforto ou irritação no nariz e na garganta após o procedimento, descanse e evite atividades físicas nas primeiras horas após o exame
  • Hidratação: beba bastante água para manter as vias aéreas e a mucosa hidratadas; isso pode ajudar a aliviar qualquer sensação de secura ou irritação
  • Evitar irritantes: evite fumar e se expor a ambientes com produtos químicos e poluição do ar, pois esses irritantes podem piorar a sensibilidade das vias aéreas
  • Uso de analgésicos: se sentir desconforto ou dor leve, você pode tomar analgésicos conforme recomendado pelo seu médico
  • Descanso vocal: evite forçar a voz ou falar em excesso após o procedimento

Lembrando que os cuidados pós-nasofibrolaringoscopia podem variar com base na sua condição de saúde e nas instruções fornecidas pelo médico.

É importante seguir as orientações e comunicar qualquer problema ou preocupação que possa surgir durante a recuperação.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Distúrbios da tireoide e como identificá-los

Descubra como os distúrbios da tireoide, como o hipotireoidismo e o hipertireoidismo, podem afetar sua qualidade de vida. Saiba mais sobre os sintomas, diagnóstico e tratamento.
Saiba Mais

Rouquidão: o que causa e sintomas de alerta

Descubra a importância da fisiologia vocal e os fatores que podem afetá-la. Desde a vibração das cordas vocais até as causas da rouquidão, mergulhe nesse universo complexo e entenda os sinais de alerta que demandam atenção especial.
Saiba Mais

Nódulos da Tireoide: diagnóstico e opções de tratamento

Nódulos da tireoide: conheça causas, sintomas e tratamentos. Saiba identificar os sinais precoces de problemas na tireoide. Clique aqui!
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
15:55 | 23/05/2024
magnifiercross