Dr. Arthur Vicentini

Descubra como funciona e quando é indicada a tireoidectomia

Atualizado em 28/07/2021
Tempo de leitura: 4 min.

A Tireoidectomia é a cirurgia realizada na glândula tireoide. Suas indicações são diversas e podem ser realizadas através de diferentes técnicas, dependendo do quadro clínico de cada paciente.

A Imagem Mostra Uma Mão Encostando No Pescoço De Uma Moça.
Descubra Como Funciona E Quando É Indicada A Tireoidectomia 2

Problemas como nódulos, bócio mergulhante, hipertireoidismo e tumores malignos que atingem a glândula tireoide podem ser tratados por meio da tireoidectomia, cirurgia através da qual é feita a retirada parcial ou total da glândula.

Esse procedimento é feito de forma bastante frequente pelos especialistas em Cirurgia de Cabeça e Pescoço, e muitas pessoas precisam se submeter a ele para reequilibrar seu quadro de saúde. Neste artigo explicaremos quando é preciso realizar a tireoidectomia e de que maneira é feita. Continue lendo e confira!

Quando é preciso fazer a tireoidectomia?

A tireoidectomia, cirurgia da tireoide, é o tratamento indicado para diversas condições que acometem essa glândula.

Em casos em que haja suspeita ou confirmação de malignidade, por exemplo, o tratamento indicado é a retirada de toda ou de parte da glândula, conforme critérios técnicos e até a avaliação intra-operatória do cirurgião. Com isso, retira-se todo o tumor e, caso necessário, o restante do parênquima tireoideano com ou sem abordagem dos linfonodos cervicais. O intuito é evitar que as células cancerígenas permaneçam no organismo e possam se espalhar para outras regiões (processo conhecido como metástases, ou metastatização).

Em decorrência da formação de nódulos, também, quando eles começam a desencadear sintomas compressivos nas estruturas do pescoço, em função do seu volume e/ou localização, é feita a cirurgia para sua retirada. Alguns pacientes também optam pela retirada da tireoide e nódulos benignos quando eles afetam a estética.

A glândula tireoide pode crescer em excesso e comprimir algumas estruturas do pescoço. Quando isso acontece, traz problemas para a respiração e a digestão, causando engasgos, dificuldade para engolir, falta de ar e, em alguns casos, alterações na voz. É feita a tireoidectomia para retirar a glândula e evitar esses quadros.

O bócio mergulhante é mais uma condição tratada por meio da tireoidectomia. Nesse problema, quando a tireoide cresce demais, em vez de dar volume para o pescoço ela se direciona para o mediastino (a região onde se encontra o coração). Por este motivo, também precisa ser retirada.

Ainda, realizamos a tireoidectomia em quadros de hipertireoidismo. Nessas situações a tireoide trabalha de uma forma mais intensa, produzindo mais hormônio do que o corpo precisa.

Existem casos em que se pode tratar esta alteração de forma medicamentosa ou por iodo radioativo. Mas, em casos de contraindicação ou falha dos tratamentos não operatórios, é indicada a tireoidectomia, procedimento no qual é retirada toda a glândula tireoide e após o qual o paciente precisa repor os hormônios tireoidianos por meio de medicação.

Como é feita a tireoidectomia?

Após a indicação de realização da cirurgia, é necessária uma preparação para a mesma, sendo solicitados pelo cirurgião, a depender de cada caso, exames pré-operatórios gerais e outros específicos, caso necessário. Eles são importantes para conferir o quadro clínico da pessoa, observar alguma necessidade especial e planejar da melhor forma a cirurgia.

Anestesia

Para realização da tireoidectomia, o paciente precisa estar em ambiente hospitalar porque ele receberá anestesia geral e deve precisar de cuidados para preservar sua saúde, evitando complicações e possibilitando aos pacientes e equipe médica a segurança necessária para tal procedimento.

Incisão

Para ter acesso à glândula tireoide o Cirurgião de Cabeça e Pescoço faz uma incisão horizontal na base do pescoço, próximo aonde começa o manúbrio esternal, o osso do tórax. O tamanho desse corte varia dependendo do biotipo do paciente, da posição da tireoide e, se for o caso, do tamanho do nódulo ou tumor.

Há técnicas sendo desenvolvidas e popularizadas, tais como a TOETVA (Tireoidectomia Endoscópica Transoral), que evitam cicatrizes na região cervical, porém elas devem ser indicadas com bastante parcimônia e com avaliação adequada de cada caso.

Duração

Quando é feita uma tireoidectomia total, geralmente a cirurgia dura em torno de 1 a 2 horas. No entanto, o tempo varia de paciente para paciente e de outros procedimentos que precisam ser realizados, como o esvaziamento cervical para retirada também dos (linfonodos) gânglios linfáticos que estejam com alguma suspeita ou comprometidos.

Pós-operatório imediato

Após finalizada a tireoidectomia o paciente, por rotina, será encaminhado para a sala de recuperação para que todos os efeitos da anestesia passem e ele possa ser encaminhado para o quarto. Será monitorado de forma constante e assessorado sempre que tiver alguma necessidade.

Impactos para voz

Existe um pequeno risco de alterações na voz após a realização da tireoidectomia, com a ocorrência de rouquidão momentânea ou permanente (risco menor que 1%). Por isso, é muito importante realizar a cirurgia com um Cirurgião de Cabeça e Pescoço experiente, a fim de preservar as estruturas do pescoço evitando prejuízos para as pregas vocais.

A tireoidectomia é uma cirurgia que costuma ocorrer de forma frequente e também é muito eficiente para tratar os problemas da tireoide. De toda forma, como todo procedimento cirúrgico, pode ter suas complicações (fazer link para texto / vídeo de complicações), então, conte com um bom Cirurgião de Cabeça e Pescoço, esclareça todas as suas dúvidas e siga à risca as recomendações dele para preservar sua saúde e obter os melhores resultados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 11 =

Você sabe quando é necessário fazer uma traqueostomia? Veja quais são as indicações desse procedimento e também se é possível revertê-lo.
Ler Mais
O câncer que se desenvolve na região da cabeça e pescoço pode ser prevenido por meio de algumas medidas simples. Veja o que você pode fazer para evitar essa doença.
Ler Mais
1 2 3 10
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Direitos Reservados 2021 Dr. Arthur Vicentini – CRM 154086 | Desenvolvido por Surya MKT