Dr. Arthur Vicentini

TSH alterado, pode ser Hipotireoidismo grave?

Atualizado em: 17/05/2023
Tempo de leitura: 2 minutos
O TSH, ou hormônio tireoestimulante, é um hormônio muito importante para a tireoide, pois é responsável por induzir a maior ou menor atividade da glândula. Quando o hormônio tireoestimulante sofre alguma alteração nos seus níveis, isso pode indicar que a tireoide está com algum problema.
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Neste post, iremos explicar porque ocorrem algumas alterações nos níveis de TSH, se é necessário investigar e como é feito o diagnóstico e tratamento para regular o seus níveis. Confira!

Como é produzido o TSH?

O hormônio tireoestimulante (TSH) é um hormônio que tem relação com a glândula tireoide mas que não é produzido por ela própria, na verdade, ele é produzido pela hipófise, que é uma glândula que fica na atrás dos olhos, e que é considerada a glândula mestra, pois ela faz todo o controle dos outros órgãos e glândulas do nosso corpo que produzem e secretam algum hormônio. 

Quando a hipófise produz uma quantidade inadequada de TSH, é possível que se tenha um distúrbio da tireoide.

Porque ocorrem alterações do TSH?

Normalmente, a tireoide pode estar produzindo muito hormônio por conta própria, devido ao estímulo de anticorpos e etc,e isso faz o TSH diminuir

Também podemos ter o contrário, a tireoide pode sofrer agressões, inflamações ou alterações também causadas por anticorpos, tirando a globulina e a peroxidase, e isso faz com que a tireoide vá perdendo função ao longo do tempo, fazendo com que a hipófise perceba isso através dos seus receptores e comece a aumentar a produção de TSH.

O TSH muito elevado ou muito diminuído podem sim ser sinais de disfunção da tireoide, que normalmente é um indicativo desse problema.

Diagnóstico e tratamento

Quando é notada uma alteração, é preciso fazer uma investigação complementar com exames mais profundos, às vezes até exames de imagem para poder entender o que está acontecendo anatomicamente com a glândula.

Baseado no resultado dos exames são tomadas medidas de reposição ou de bloqueio, e às vezes, quando necessário até medidas cirúrgicas.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Traqueostomia: Quando é necessário trocar a cânula?

Descubra tudo sobre a traqueostomia, desde suas indicações para facilitar a respiração até a importância vital da troca periódica da cânula para evitar complicações respiratórias sérias.
Saiba Mais

O que é traqueostomia: como funciona o sistema respiratório após o procedimento?

Descubra o que é a traqueostomia, quando é necessária e como o sistema respiratório funciona após o procedimento. Clique aqui e saiba mais!
Saiba Mais

Entenda a importância da Nasofibrolaringoscopia

Entenda a nasofibrolaringoscopia: o que é, como é realizada e suas principais indicações na prática médica diária. Descubra sua importância para diagnósticos precisos.
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
18:17 | 04/07/2024
magnifiercross