Dr. Arthur Vicentini

Preciso fazer Sialoendoscopia. É necessário algum preparo específico?

Atualizado em: 13/12/2022
Tempo de leitura: 4 minutos
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

A sialoendoscopia é um procedimento das glândulas salivares. Ele pode ser utilizado para diagnóstico ou tratamento de problemas que acometem estes órgãos. A técnica é bastante delicada e depende de um bom preparo, bem como toda uma estrutura para sua realização.

Preciso Fazer Sialoendoscopia E Necessario Algum Preparo Especifico Dr Arthur Vicentini Bg
Preciso Fazer Sialoendoscopia. É Necessário Algum Preparo Específico?

A sialoendoscopia é um procedimento endoscópico utilizado para investigar problemas que acometem as glândulas salivares, como as obstruções provocadas por cálculos, por exemplo. Mas ela também pode ser realizada com finalidades terapêuticas, para fazer a extração dessas pedras ou para tratar estenoses (estreitamentos do canal salivar).

A técnica vem ganhando espaço por ser eficaz e minimamente invasiva, permitindo a preservação das glândulas sem risco de danos para estruturas importantes ao seu redor, como os nervos e os vasos sanguíneos.

Mas quando se recebe a indicação de uma sialoendoscopia, será que preciso realizar algum tipo de preparo específico? Criamos este conteúdo para esclarecer essa dúvida. Continue lendo e entenda como a sialoendoscopia é realizada para descobrir se é preciso se preparar para ela ou não. Veja também se após o procedimento é necessário algum cuidado especial.

Como a sialoendoscopia é realizada?

A sialoendoscopia é um procedimento minimamente invasivo, que pode ser realizado em caráter ambulatorial, ou seja, normalmente o paciente pode receber alta do hospital no mesmo dia do procedimento, se não houver contraindicações.

Na descrição original, pode-se realizar a sialoendoscopia em pacientes sob anestesia local. Mas, em nossa prática, para evitar desconfortos e facilitar a técnica do procedimento, optamos por realizá-la sob sedação ou anestesia geral, aumentando o conforto do paciente e reduzindo o tempo de procedimento.

Após abrir o canal salivar, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço faz a inserção de um mini endoscópio no ducto salivar. O equipamento contém um sistema óptico e também canais para inserir os instrumentos de trabalho que serão utilizados durante o procedimento, como no caso de ser necessário tratar o cálculo ou uma estenose.

Depois de examinar a glândula, em caso de técnica diagnóstica, ou após finalizado o procedimento, em caso de técnica terapêutica, o endoscópio é retirado do canal e o paciente fica em observação por alguns minutos / horas, podendo retornar para casa após o mesmo.

Como se preparar para uma sialoendoscopia?

Como você viu, a sialoendoscopia não requer a internação prolongada do paciente, não envolve cortes externos nem pontos. Por isso ela é considerada um procedimento minimamente invasivo, já que os procedimentos são feitos utilizando o próprio canal natural da saliva. Sendo assim, o preparo para o procedimento é também simples, sendo necessário um tempo de jejum de 6-8 horas e higiene adequada da boca, apenas.

Antes da realização, o Cirurgião de Cabeça e Pescoço fará uma avaliação do paciente para obter mais informações sobre o caso, verificar se poderá haver algum tipo de dificuldade e também para deixar instruções e recomendações ao paciente ou ao seu responsável.

Não é necessário utilizar medicações prévias, contudo, é recomendado que seja feito o jejum para evitar problemas durante a sedação / anestesia. É muito importante, também, caprichar na higiene oral nas 24 horas antes de fazer a sialoendoscopia.

Essa higiene deve ser completa, com escovação dos dentes, da língua, uso do fio dental e também bochechos com enxaguante bucal sem álcool. Dessa forma, serão eliminados todos os resíduos e controlada a quantidade de bactérias para que não haja nenhum tipo de infiltração na hora do procedimento.

Pode acontecer de algum paciente ter uma recomendação específica, dependendo do seu quadro. Logo, é essencial ter atenção àquilo que o Cirurgião de Cabeça e Pescoço orientar.

É necessário algum cuidado depois de fazer o exame?

Depois da realização da sialoendoscopia, são necessários apenas alguns cuidados básicos, mas a recomendação também varia de acordo com o tipo de procedimento. Alguns pacientes, por exemplo, podem precisar de medicamentos com ação analgésica, antibiótica ou anti-inflamatória. 

Sua administração deve ser feita apenas se recomendado pelo Cirurgião de Cabeça e Pescoço e conforme a dose prescrita por ele. De um modo geral, é importante manter uma boa higiene oral para controlar a quantidade de bactérias na boca e manter uma alimentação saudável.

Também será solicitado um retorno para reavaliação. É muito importante comparecer a essa consulta para que a evolução do quadro seja monitorada pelo especialista.

Como cada paciente tem uma necessidade diferente, procure esclarecer todas as suas dúvidas com seu Cirurgião de Cabeça e Pescoço. Também tenha atenção às recomendações que ele fizer para que o preparo para a sialoendoscopia seja feito do modo correto e observados todos os cuidados após o procedimento.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rouquidão: o que causa e sintomas de alerta

Descubra a importância da fisiologia vocal e os fatores que podem afetá-la. Desde a vibração das cordas vocais até as causas da rouquidão, mergulhe nesse universo complexo e entenda os sinais de alerta que demandam atenção especial.
Saiba Mais

Nódulos da Tireoide: diagnóstico e opções de tratamento

Nódulos da tireoide: conheça causas, sintomas e tratamentos. Saiba identificar os sinais precoces de problemas na tireoide. Clique aqui!
Saiba Mais

Sabia que a vacina contra HPV pode prevenir câncer de orofaringe?

Há muito tempo já é conhecida a relação entre o vírus HPV e o câncer de colo de útero. Essa relação é bastante conhecida dos profissionais de saúde e do público em geral, tendo sido ampliada, inclusive, devido à campanha de vacinação de meninos e meninas para evitar a disseminação do vírus. Entretanto, o que […]
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
12:13 | 16/05/2024
magnifiercross