Dr. Arthur Vicentini

Nódulos de Tireoide são sempre malignos?

Atualizado em: 30/11/2023
Tempo de leitura: 3 minutos
Nódulos na tireoide são pequenos crescimentos anormais na glândula tireoide, localizada no pescoço. Podem ser detectados por inchaço ou sintomas. A maioria é benigna, mas exames são essenciais para avaliar e determinar o tratamento, se necessário.
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Neste texto, vamos explicar sobre os nódulos na tireoide, a sua incidência na população brasileira e quando é preciso investigar mais detalhadamente. Confira!

O que é a tireoide?

A glândula tireoide é uma glândula endócrina, que fica bem no centro do pescoço e produz uma série de hormônios que estão relacionados com a velocidade do funcionamento do nosso organismo.

Então, basicamente, quando se tem uma quantidade maior de hormônio, o corpo funciona um pouco mais rápido, já quando se tem uma quantidade menor de hormônio, o corpo funciona de forma um pouquinho mais lenta.

Nódulos da tireoide 

Quando a gente fala de nódulos de tireoide, nós estamos falando de uma porção de doenças diferentes que também se caracterizam pelo surgimento de um carocinho dentro da glândula tireoide.

O que acontece, é que devido a todas as células que ela tem dentro da tireoide, ela pode ter a formação de nódulos, que podem ser sólidos, císticos (com um conteúdo mais gelatinoso) e nódulos benignos ou malignos.

É importante entender a necessidade da investigação desses nódulos e quando é preciso partir para isso.

Casos de nódulos na tireoide na população brasileira

Em um estudo recente feito pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, uma das sociedades médicas de especialidade mais sérias e mais importantes em quantidade de publicações etc que a gente tem no Brasil, foi mostrado que perto de 60% da população brasileira tem ou vai ter nódulos de tireoide em algum momento da vida. Uma quantidade muito grande de pessoas, que representa mais da metade da população do Brasil.

Porém, é importante frisar, que mais de 90% desses pacientes não vão ter nódulos que tragam repercussões, ou seja, que sejam malignos, muitos grandes ou que tragam dificuldades pra engolir, respirar, falar etc.

Quando se preocupar com a presença de um nódulo

Por grande parte dos nódulos não apresentarem grandes repercussões, os médicos acabam dando atenção especial para esses nódulos quando eles apresentam alguma repercussão ou quando eles têm alguma suspeita, como por exemplo:

  • Quando o nódulo começa a produzir uma quantidade maior de hormônios do que deveria, podendo causar o hipertireoidismo (doença de plummer); 
  • Quando os nódulos começam a ficar muito grandes e deslocar estruturas do pescoço, como a caixa da voz, tubo respiratório e o tubo digestivo, causando dificuldades para respirar, para engolir, para falar; 
  • Quando o paciente tem nódulos que possam ser suspeitos de malignidade.

Ao fazer um ultrassom e identifica sinais como:

  • Microcalcificações;
  • Invasão de estruturas ao redor
  • Extravasamento da glândula
  • Nódulos mais escurecidos (hipoecogênicos ou hipoecóicos)
  • Nódulos muito grandes que acabam tendo alguma suspeita relacionada com malignidade.

Então, nessas situações, o médico deve partir para uma investigação complementar e eventualmente até para tratamentos como a tireoidectomia (cirurgia para remoção do nódulo). Contudo essa não é a única opção, existem técnicas novas, até como por exemplo radioablação ou ablação com micro-ondas, para fazer com que esses nódulos diminuam de tamanho, ou sejam tratados, sejam curados, sejam efetivamente destruídos, por assim dizer.

Se você gostou desse conteúdo e conhece alguém que acabou de identificar um nódulo ou tem suspeita de um nódulo, compartilhe esse conteúdo!

Continue nos acompanhando para conhecer mais sobre o mundo da cirurgia de cabeça e pescoço.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nódulos da parótida: quais são os sinais de alerta?

Descubra as origens, sinais de alerta e as indicações de cirurgia dos nódulos na parótida. Informe-se para entender mais sobre essa glândula. Saiba mais!
Saiba Mais

Nódulos de Tireoide são sempre malignos?

Descubra sobre os nódulos na tireoide: o que são, sintomas e como avaliar. Informações essenciais para a saúde da sua glândula tireoide.
Saiba Mais

Alterações na voz e reabilitação vocal

Descubra a tireoplastia e outras técnicas para reabilitação vocal. Melhore sua qualidade de vida e comunicação. Saiba mais agora!
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
14:09 | 15/02/2024
magnifiercross