Dr. Arthur Vicentini

Glândulas paratireoides e sua importância para o organismo

Atualizado em: 13/06/2024
Tempo de leitura: 2 minutos
Você sabia que o equilíbrio do cálcio em nosso corpo depende de pequenas, mas poderosas glândulas localizadas no pescoço? As glândulas paratireoides, muitas vezes confundidas com a glândula parótida, desempenham um papel crucial na nossa saúde.
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Neste texto, vamos explorar as funções dessas glândulas, como elas mantêm o cálcio no lugar certo e o que acontece quando algo dá errado. Confira!

Diferença entre glândula parótida e paratireoides

A glândula parótida é uma glândula salivar situada na frente de cada orelha. Já as glândulas paratireoides, geralmente em número de quatro, estão localizadas atrás da glândula tireoide, duas de cada lado. Elas produzem um hormônio essencial chamado paratormônio ou hormônio paratireoidiano, comumente referido como PTH.

Função do PTH no organismo

O PTH desempenha um papel crucial no equilíbrio do cálcio no nosso corpo, uma função que evolutivamente existe desde os peixes. Basicamente, ele regula a quantidade de cálcio no sangue, influenciando a absorção desse mineral da dieta. Por exemplo, ao consumir um copo de leite, a absorção de cálcio será menor se os níveis de PTH estiverem baixos e maior se estiverem elevados. Além disso, o PTH retira cálcio dos ossos e o libera na corrente sanguínea, o que significa que pessoas com níveis baixos de PTH mantêm o cálcio nos ossos, enquanto aquelas com níveis altos, devido a alguma doença, podem ter cálcio retirado dos ossos para o sangue.

Além disso, o PTH influencia a excreção de cálcio pelos rins. Com níveis baixos de PTH, a excreção de cálcio é maior, enquanto níveis elevados reduzem essa excreção. A vitamina D, magnésio, fósforo e outras moléculas também participam desse complexo equilíbrio.

Complicações da paratireoide

Existem situações em que uma das paratireoides pode aumentar a produção de hormônio de forma desregulada, causando hiperparatireoidismo. Essa condição eleva os níveis de cálcio no sangue, podendo levar a sintomas como arritmias, alterações neurológicas e psiquiátricas, problemas intestinais e formação de pedras nos rins. Por outro lado, o hipoparatireoidismo ocorre quando as paratireoides perdem ou diminuem sua função, muitas vezes após cirurgias ou radioterapia na região cervical. Isso leva a baixos níveis de cálcio no sangue, resultando em cãibras, formigamento, alterações cardíacas e musculares, e problemas de memória.

Tratamentos para Hipoparatireoidismo

Tratamentos para hipoparatireoidismo podem incluir reposição de cálcio e, em alguns casos, uso de PTH recombinante, embora este ainda seja de uso restrito no Brasil. O ideal é preservar as glândulas paratireoides durante procedimentos cirúrgicos para evitar essa condição.

Conclusão

Se você conhece alguém que passou por tratamento de tireoide e apresenta sintomas como cãibras frequentes ou outros mencionados, compartilhe este conteúdo. Inscreva-se no nosso canal para saber mais sobre cirurgia de cabeça e pescoço e ajudar a cuidar da saúde das pessoas.

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Traqueostomia: Quando é necessário trocar a cânula?

Descubra tudo sobre a traqueostomia, desde suas indicações para facilitar a respiração até a importância vital da troca periódica da cânula para evitar complicações respiratórias sérias.
Saiba Mais

O que é traqueostomia: como funciona o sistema respiratório após o procedimento?

Descubra o que é a traqueostomia, quando é necessária e como o sistema respiratório funciona após o procedimento. Clique aqui e saiba mais!
Saiba Mais

Entenda a importância da Nasofibrolaringoscopia

Entenda a nasofibrolaringoscopia: o que é, como é realizada e suas principais indicações na prática médica diária. Descubra sua importância para diagnósticos precisos.
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
18:17 | 04/07/2024
magnifiercross