Dr. Arthur Vicentini

Cisto Branquial: Diagnóstico e Tratamento

Atualizado em 08/10/2021
Tempo de leitura: 2 min.

O que é cisto branquial?

O cisto branquial fica localizado nas massas laterais do pescoço e não costuma ter relação com a região posterior do pescoço.

Como surge o cisto braquial?

Ele faz parte do desenvolvimento embrionário, ou seja, de como o nosso corpo é formado dentro do útero materno.

A vida humana começa na junção de um espermatozoide com o óvulo, desenvolvendo a primeira célula que depois vai se multiplicar e formar o embrião.

Nós temos várias estruturas durante a formação embrionária, ou seja, durante o início da nossa formação dentro do útero da mãe, e essas estruturas vão se transformando e algumas acabam desaparecendo.

Em certas situações, como no pescoço, pode acontecer dessas estruturas não desaparecerem e formarem fístulas ou cistos, que nada mais são do que o acúmulo de líquido, de secreção.

O cisto branquial se apresenta como massas na região lateral do pescoço, porém, também podem aparecer lesões perto da orelha, sendo menos comum.

Normalmente, o cisto branquial se apresenta no começo da infância, quando as crianças começam a frequentar ambientes escolares e começam a ter infecções respiratórias com maior frequência, causando inflamações ou infecções dos próprios cistos.

Sintomas do cisto branquial

Em geral, o cisto apresenta:

  • dor;
  • vermelhidão;
  • aumento do tamanho;
  • incômodo.

Tratamento do cisto braquial

​Em casos mais graves, o paciente precisa ser internado para tomar antibiótico na veia e fazer a drenagem do cisto.

Em casos mais leves, observamos os cistos com medicações específicas e esperarmos o momento adequado para poder fazer o tratamento.

Como a cirurgia é feita?

​O tratamento costuma ser feito com cirurgia e sob anestesia geral. Portanto, é feita uma incisão na região do pescoço, e o tamanho do corte dependerá da:

  • altura do paciente (criança, adulto ou idoso);
  • tamanho do nódulo;
  • inflamação ao redor da região.

Após realizar a incisão, tenta-se descolar todas as estruturas nobres da região, como veias, nervos e músculos, e retira-se totalmente o cisto. É necessário verificar se existe alguma ramificação conectada ao cisto porque se ela não for retirada, poderá ocorrer uma recidiva do cisto branquial.

Depois de retirar totalmente o cisto, fazemos uma avaliação completa da cavidade, vemos se está tudo preservado, e fechamos a musculatura.

Na maioria dos casos, deixa-se um dreno para sair o líquido inflamatório durante 3 ou 4 dias. Depois desse período, retira-se o dreno e o paciente fica em casa de observação para a recuperação, com repouso relativo e alguns cuidados.

O resultado da cirurgia costuma ser bastante eficiente.

Se vocês conhecem alguém que tem alguma massa lateral no pescoço, principalmente em crianças menores, compartilhe o conteúdo com os pais dessa criança!

Faixa-Dr-Arthur-300X2-300X2
Dr Arthur Vicentini | Dr. Arthur Vicentini CRM 154.086
Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz
CRM-SP 15.4086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.
+ Saiba mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + um =

 | 02 / 09 / 21
A Decanulação da Traqueostomia nada mais é do que a retirada da cânula, fazendo com que a anatomia volte ao normal. Saiba mais!
Ler Mais
 | 31 / 08 / 21
Você sabia que o refluxo gastroesofágico pode causar o aumento dos linfonodos cervicais de forma indireta? Entenda por que isso acontece.
Ler Mais
1 2 3 16
hello world!
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.
Direitos Reservados 2021 Dr. Arthur Vicentini – CRM 154086 | Desenvolvido por Surya MKT
magnifiercross