Início » Bócio multinodular: como tratar

Foto do Dr. Arthur Vicentini.Dr. Arthur Vicentini
Cv Lattes
GoogleMyCitations
CRM: 15.4086

Bócio multinodular: como tratar

O aumento do volume da tireoide pode ser causado de forma difusa, gerando um aumento da própria tireoide ou o surgimento de diversos nódulos, que é o chamado bócio multinodular.

Quando tratar o bócio multinodular?

Na maioria dos casos, os bócios multinodulares não precisam ser tratados quando pequenos, apenas no momento em que alcançam condições que nos levam a pensar em cirurgia.

Quando encontramos sintomas compressivos, como a dificuldade para respirar, engolir e falar, a cirurgia é indicada para melhorar a qualidade de vida do paciente.

Outra condição que pode ocorrem com os bócios multinodulares é um ou mais se apresentarem de forma maligna ou suspeita de malignidade.

Por conta disso, alguns exames são indicados para determinar o risco de malignidade, que é o caso da punção aspirativa por agulha fina. Caso dê positivo, optamos pelo tratamento cirúrgico da tireoide.

Existem outras técnicas para realizar a cirurgia, mas que não são tão difundidas no Brasil, que é o caso da radioablação – ablação por rádio frequência. Insere-se uma agulha dentro da tireoide conectada a um aparelho que imite ondas de radiofrequência para destruir o nódulo. Depois de um tempo, ele regride de tamanho e para de trazer sintomas compressivos.

dr arthur vicentini assinatura

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

Por Dr. Arthur Vicentini
da Costa Luiz.

CRM-SP 154086

Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço. Atua como membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço e médico colaborador da da Disciplina de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

faixa-dr-arthur-300x2-300x2

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − sete =

POSTS RELACIONADOS

× Agende sua Consulta