Dr. Arthur Vicentini

Recebi o diagnóstico de Adenoma Pleomórfico: o que devo fazer?

Atualizado em: 21/09/2023
Tempo de leitura: 4 minutos
O adenoma pleomórfico é um tumor benigno originado das células das glândulas salivares, mais comumente encontradas na glândula parótida, próxima às orelhas. O crescimento anormal resulta de alterações celulares, formando um nódulo indolor ou sensível, que pode aumentar de tamanho ao longo do tempo.
Sumário
Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se
Recebi O Diagnostico De Adenoma Pleomorfico O Que Devo Fazer Dr Arthur Vicentini Bg
Recebi O Diagnóstico De Adenoma Pleomórfico: O Que Devo Fazer?

O adenoma pleomórfico é um tipo de tumor benigno das glândulas salivares, mais comumente encontrado nas glândulas parótidas, localizadas logo à frente das orelhas. Apesar de ser um tumor benigno, pode crescer e causar desconforto, pressionando estruturas próximas e interferindo no funcionamento normal do organismo.

As glândulas salivares desempenham funções vitais no organismo, sendo responsáveis pela produção e liberação de saliva, que atua na digestão inicial dos alimentos, na lubrificação da boca e da garganta para facilitar a fala e a deglutição.

A saliva também contribui para a sensação de paladar, ajudando na percepção de sabores, e possui um papel importante na saúde oral, mantendo a integridade dos tecidos e auxiliando na cicatrização de feridas. 

Neste artigo, exploraremos mais a fundo um tipo de tumor benigno das glândulas salivares conhecido como adenoma pleomórfico, incluindo o seu desenvolvimento, opções de tratamento, riscos e benefícios do procedimento. Leia até o final e conheça mais sobre essa condição!

Como se desenvolve o Adenoma Pleomórfico?

O início do desenvolvimento do adenoma pleomórfico ocorre quando as células das glândulas salivares sofrem alterações em sua funcionalidade. Essas alterações costumam ocorrer ao acaso, sem que se conheça, atualmente, um fator de risco importante neste caso. 

Uma das características marcantes do adenoma pleomórfico é a sua "pleomorfia", que significa que as células tumorais têm formas variadas e múltiplas linhagens

Conforme o tumor cresce, ele pode exercer pressão sobre as estruturas vizinhas, como nervos, vasos sanguíneos e outras glândulas, levando a sintomas como inchaço, alteração de sensibilidade, dor ou desconforto na área afetada. 

É importante ressaltar que o adenoma pleomórfico é considerado benigno porque, em sua maioria, não tem a capacidade de infiltração ou se espalhar para outras partes do corpo (metástase), como ocorre com tumores malignos (câncer). 

No entanto, devido ao crescimento localizado e aos sintomas que pode causar, muitas vezes é necessário tratamento para removê-lo ou reduzir seu tamanho e aliviar o desconforto.

Além disso, apesar de rara, existe a possibilidade de transformação maligna após longos períodos, havendo o desenvolvimento de um carcinoma ex-adenoma, tumor bastante agressivo e que traz repercussões negativas à vida e qualidade de vida do paciente.

Como é realizado o tratamento do adenoma pleomórfico?

Após receber o diagnóstico de adenoma pleomórfico, o tratamento deve ser instituído conforme o tamanho, localização e características do tumor, bem como nas condições de saúde individuais, idade e outras informações do paciente. 

O tratamento geralmente envolve a remoção cirúrgica completa do tumor para aliviar os sintomas, prevenir complicações e evitar o crescimento adicional. Existem diferentes métodos de abordagem para a remoção do adenoma pleomórfico, como:

  • Parotidectomia parcial: se o adenoma pleomórfico estiver localizado na porção superficial da glândula parótida, uma abordagem comum é a parotidectomia parcial, na qual apenas a parte afetada da glândula é removida. 
  • Parotidectomia total: em casos mais complexos, com localizações profundas, quando o tumor é grande ou apresenta suspeita de malignidade, pode ser necessário remover toda a glândula para reduzir o risco de disseminação e recivida.

Após a cirurgia, é importante realizar um acompanhamento médico regular para monitorar possíveis recorrências ou complicações. Apesar de ser um tumor benigno, pode ocorrer recidiva, devido à proximidade do tumor com o nervo facial e seus ramos.

O Adenoma Pleomórfico pode se tornar câncer?

O adenoma pleomórfico é classificado como um tumor benigno, o que significa que ele não apresenta capacidade de infiltração de tecidos adjacentes nem de se espalhar (gerar metástases). No entanto, em raras circunstâncias, pode ocorrer uma transformação maligna, transformando-se em um carcinoma ex-adenoma, situação que costuma apresentar maior agressividade.

É importante ressaltar que essa transformação maligna é incomum e afeta uma pequena proporção dos casos de adenoma pleomórfico. Além disso, a maioria dos casos permanece benigna ao longo do tempo. 

A participação do Cirurgião de Cabeça e Pescoço, portanto, é essencial para detecção precoce. O acompanhamento e a abordagem adequada no tratamento, são essenciais para minimizar qualquer risco potencial de transformação para câncer.

Os pacientes diagnosticados com adenoma pleomórfico devem seguir as orientações do Cirurgião de Cabeça e Pescoço e realizar exames de acompanhamento conforme recomendado para monitorar qualquer mudança no tumor. 

Como prevenir o desenvolvimento do Adenoma Pleomórfico?

Não há uma forma específica de prevenir o desenvolvimento do adenoma pleomórfico, pois suas causas exatas ainda não são totalmente compreendidas. No entanto, algumas medidas de saúde geral podem ajudar a manter a saúde das glândulas salivares e reduzir o risco de desenvolvimento de inflamações e outras alterações:

  • Higiene bucal adequada: incluindo escovação e uso do fio dental regularmente, ajuda a prevenir infecções e inflamações nas glândulas salivares;
  • Evitar tabagismo e consumo excessivo de álcool: estão associados a um maior risco de problemas nas glândulas salivares;
  • Hidratação adequada: ajuda a manter a hidratação das glândulas salivares, o que pode contribuir para seu funcionamento normal, evitando obstruções e formação de cálculos (sialolitíase);
  • Evitar exposição a agentes químicos e tóxicos que possam afetar as glândulas salivares pode ser benéfico;
  • Dieta equilibrada: consumir uma dieta rica em frutas, vegetais, fibras e nutrientes pode contribuir para a saúde das glândulas;
  • Visitas regulares ao dentista: permite a identificação precoce de qualquer alteração nas glândulas salivares ou na boca, em geral.

É importante lembrar que, embora essas medidas possam contribuir para a saúde das glândulas salivares, não há garantia de prevenção completa do desenvolvimento do adenoma pleomórfico. 

A melhor abordagem é adotar um estilo de vida saudável e manter um acompanhamento médico regular para a detecção precoce de quaisquer problemas nas glândulas salivares.

Cuide-se, sempre!

Acompanhe no youtube
icon metro youtube arthur vicentiniinscreva-se

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz

CRM-SP 154.086
Médico graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com residência médica em Cirurgia Geral e Cirurgia de Cabeça e Pescoço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sialolitíase e o aumento das glândulas salivares

Descubra sobre sialolitíase: causas, sintomas, diagnóstico e tratamentos para pedras nas glândulas salivares. Informe-se e previna-se!
Saiba Mais

Glândulas Paratireoides: Função e importância para a saúde

Glândulas paratireoides e a regulação do cálcio no corpo: saiba como funciona, sua importância e as doenças relacionadas. Saiba mais!
Saiba Mais

Glândulas paratireoides e sua importância para o organismo

Descubra como as glândulas paratireoides regulam o cálcio no corpo e sua importância para a saúde. Saiba mais sobre sintomas e tratamentos.
Saiba Mais
Atenção: O site  www.arthurvicentini.com.br  visa melhorar o acesso aos pacientes à informação de qualidade sobre sua saúde, porém nada substitui uma avaliação completa, durante consulta médica e diagnóstico adequados.

Dr. Arthur Vicentini da Costa Luiz – CRM 154.086 | Desenvolvido por Surya Marketing Médico.

Todos os direitos reservados © 2024
Atualizado em: 
16:20 | 20/06/2024
magnifiercross